quinta-feira, 20 de julho de 2017

Felicidade pura é...

... quando a tua filha de 14 anos partilha isto no twitter:


Sem vergonhas, só orgulho puro!

terça-feira, 18 de julho de 2017

A felicidade é o caminho, não o destino

Houve uma altura em que esta música fez todo o sentido do mundo para mim porque tinha de encontrar alegria durante o caminho e não só na chegada.

Hoje volta a fazer, porque há-de sempre haver novos obstáculos, mas eu hei-de sempre ultrapassá-los.


I can almost see it
That dream I'm dreaming, but
There's a voice inside my head saying
You'll never reach it
Every step I'm taking
Every move I make, feels
Lost, with no direction
My faith is shaking
But I, I gotta keep trying
Gotta keep my head held high
There's always gonna be another mountain
I'm always gonna wanna make it move
Always gonna be an uphill battle
Sometimes I'm gonna have to lose
Ain't about how fast I get there
Ain't about what's waiting
On the other side
It's the climb
The struggles I'm facing
The chances I'm taking
Sometimes might knock me down, but
No I'm not breaking
I may not know it
But these are the moments that
I'm gonna remember most, yeah
Just gotta keep going
And I, I gotta be strong
Just keep pushing on
'Cause, there's always gonna be another mountain
I'm always gonna wanna make it move
Always gonna be an uphill battle
Sometimes I'm gonna have to lose
Ain't about how fast I get there
Ain't about what's waiting on the other side
It's the climb
'Cause, there's always gonna be another mountain
I'm always gonna wanna make it move
Always gonna be an uphill battle
Sometimes I'm gonna have to lose
Ain't about how fast I get there
Ain't about what's waiting on the other side
It's the climb
Keep on moving, keep climbing
Keep the faith, baby
It's all about
It's all about the climb
Keep the faith
Keep your faith

quarta-feira, 12 de julho de 2017

Fui ao médico


Mais propriamente a um endocrinologista.

Já andava a pensar em consultar um especialista há algum tempo e quanto mais leio este livro, mais certo me parece pelo menos despistar algum tipo de problemas.

Na realidade, e apesar de todos os meus esforços, de há 4 anos para cá já voltei a recuperar 9 dos 27kg que perdi na minha jornada.

E se houve uma altura em que percebia o porquê, e tinha consciência dos meus deslizes, neste momento, com o tipo de vida que tenho feito, não consigo perceber onde estou a errar ou como posso melhorar.

A juntar a isso, tenho me sentido sem energia absolutamente nenhuma. Não é propriamente cansaço, eu durmo cerca de 7-8 horas por dia... é mesmo falta de energia.

Vai daí, o primeiro passo está dado.

Na opinião da nutricionista, este aumento de peso não está ligado à idade, ainda é muito cedo para isso. Próximo passo é fazer uma série de exames essencialmente à tiroide, diabetes e outras coisitas.

Despistando esse tipo de problemas, partimos para outro lado. Vamos ver...

segunda-feira, 10 de julho de 2017

Frases soltas...

... vindas de uma adolescente e que me aquecem o coração



Eu por acaso tenho sorte em ter uns pais como vocês!
*dá-me um abraço em pleno shopping*

Desculpem, eu ando a pedir-vos tantas coisas ultimamente...
*ela pede coisas pequenas tipo piercing e bonés que mando vir do e-bay por 2€ cada (abençoado site), ou não se importa quando lhe apresento alternativas, tipo pediu uma sweat duns youtubers que vou mandar fazer por menos de metade do preço original e umas Adidas que compramos as duas para usar a meias*

Anda lá, eu vou contigo ao cinema ver o Grou 3...
*eu é que queria ver :)*

Pensei que nesta altura eu já estivesse farta de revirares de olhos e de silêncios longos e constrangedores, mas não. Há dias em que ela quer estar mais quieta e calada e eu respeito isso. E depois há dias em que quer sair para passear connosco, quer ir à piscina, à praia e fala, fala... Há dias em que quer estar deitada na cama dela sozinha e há dias em que quer estar no sofá aninhada no meu peito...

Cada vez gosto mais dela, da mulher em que ela se está a tornar e que eu orgulhosamente ajudei a formar.

Acredito que todas as fases têm as suas coisas boas. Todas! Temos é de saber vê-las e respeitar o ritmo delas.

terça-feira, 4 de julho de 2017

Odeio tanto o calor... mas tanto, tanto!!


Uma pessoa não dorme porque está abafado. Aquela pontinha fresquinha do lençol é inexistente, toda a cama é um emaranhado de roupa revirada por uma pessoa se virar de lado, para cima, para baixo na tentativa vã de arranjar uma posição menos desagradável...

Da janela que se mantém aberta mesmo durante a noite para tentar refrescar o ar abafado do quarto, além de mosquitos entra também o ladrar dos cães que se atacam na rua durante a noite. São uns 7 ou 8, andam em grupo e desafiam-se de vez em quando em latidos irritantes e sofridos. Esta noite, além da sinfonia dos cães, tivemos a honra de miados agudos de 2 ou 3 gatos vadios para ajudar à festa.

E de manhãzinha, com o raiar do sol, mesmo quando a bicharada acalmou, talvez cansados da folia, foi a vez das gaivotas entrarem ao serviço com os seus guinchos estridentes...

Por isto tudo, eu odeio o calor!! Odeio ver 29º às 9 da manhã e 31º às 10 da noite. Odeio tanto!

Hoje vou andar a arrastar-me e a lutar para manter os olhos abertos o dia inteirinho e provavelmente irritada... e não gosto disso.

A única coisa para alegrar este dia irritante é este lanchinho de iogurte, fruta, amêndoas e granola caseira de aveia que vai estar fresquinho, fresquinho... quem sabe consegue alegrar-me mais logo.

domingo, 2 de julho de 2017

Enquanto o diabo esfrega um olho...

... chegamos a meio do ano... A sério?! Ainda ontem era Natal!

Julho é provavelmente o mês do ano que eu menos gosto. Não tem feriados, vai toda a gente de férias menos eu o que significa mais trabalho acumulado para mim além da inveja do descanso dos outros. Está normalmente um calor infernal e eu fechada no escritório e a minha casa a fazer de sauna. Não gosto. Pronto!

 Adiante...

Lembram-se do meu desafio do "Sem desculpas" para o mês de junho?

É com muito orgulho que digo que consegui cumprir todos os dias! Dei por mim a planear mentalmente o que poderia fazer e quando e todos os dias cumpri os 15 minutinhos nem que fossem 11 da noite. Baldar é que não!

O peso manteve-se (a parvalhona da balança não gosta de mim nem um bocadinho... deve ser porque eu a faço morar debaixo do móvel da casa de banho...), mas a minha consciência está limpinha.

A sensação é maravilhosa! Tão boa, que quero mantê-la no mês de julho.

O plano é basicamente o mesmo:
- 20 minutos de exercício diário (+ 5 minutos... baby steps)
- 1,5l de água
- alimentação equilibrada
- cremes no corpo diários

Provavelmente não dará para perder peso à maluca, mas neste momento quero muito focar-me em manter a minha consciência tranquila e mexer-me um bocadinho mais do que dantes, sem ceder à inércia. Eu tenho tempo... muito tempo...